quarta-feira, 23 de junho de 2010

Art. 46 - Prestação de serviços à comunidade ou a entidades públicas

Art. 46. A prestação de serviços à comunidade ou a entidades públicas é aplicável às condenações superiores a seis meses de privação da liberdade.


§ 1o A prestação de serviços à comunidade ou a entidades públicas consiste na atribuição de tarefas gratuitas ao condenado.

§ 2o A prestação de serviço à comunidade dar-se-á em entidades assistenciais, hospitais, escolas, orfanatos e outros estabelecimentos congêneres, em programas comunitários ou estatais.

§ 3o As tarefas a que se refere o § 1o serão atribuídas conforme as aptidões do condenado, devendo ser cumpridas à razão de uma hora de tarefa por dia de condenação, fixadas de modo a não prejudicar a jornada normal de trabalho.


§ 4o Se a pena substituída for superior a um ano, é facultado ao condenado cumprir a pena substitutiva em menor tempo (art. 55), nunca inferior à metade da pena privativa de liberdade fixada.



Aplicável apenas em substituição das penas privativas de liberdades superiores a 6 meses, a prestação de serviços à comunidade consiste na prestação de serviço gratuito pelo condenado a entidades assistenciais, hospitais, escolas, orfanatos e outros estabelecimentos congêneres, em programas comunitários estatais. O tempo mínimo de seis meses para a prestação de serviços à comunidade presta-se ao melhor aproveitamento da mão de obra do apenado na entidade em que prestará o serviço.

 À razão de 1 hora de trabalho por dia de pena, a prestação do serviço pode ser reduzida  até pela metade do tempo se a sanção fixada for superior a um ano.

20 comentários:

  1. Faltou colocar o §4º do art. 46

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ??? O trecho do texto abaixo fala justamente do §4º do art. 46.. faltou o que?

      Excluir
  2. De fato, por lapso faltou o §4.º.
    Já o adicionei.
    Grato pela observação.

    ResponderExcluir
  3. qual é o órgão responsável por monitorar a prestação de serviço gratuito a comunidade?

    ResponderExcluir
  4. É comum ver este controle feito pelo Município, pela Secretaria com atribuições na área de assistência social.

    ResponderExcluir
  5. quem monitora é a própria administraçao ou direçao do estabelecimento a que o apenado presta o serviço.

    ResponderExcluir
  6. Fui condenado a 2700 hs, sendo que posso fazer de 7 a 28 hs por semana, mas se fizer 7 hs por semana não poderei cumprir no prazo que me foi dado que é de 3 anos e nove meses. Ja estou cumprindo a dois anos a titulo de 12 hs por semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Código Penal estabelece que você poderá cumprir em menor tempo a pena de serviços comunitários, limitando esse menor tempo à metade da pena que foi substituída. Assim, se você foi condenado à pena total de 3 anos e 9 meses, poderá cumprir sua pena em no mínimo 1 ano, 10 meses e 15 dias.

      Excluir
    2. Parece haver um equívoco aqui.
      Se você diz que foi condenado a 2700 horas, quer dizer que foi condenado a 2700 dias, o que dá uma condenação de cerca de 90 meses, ou seja, mais ou menos 7 anos e meio. Por isso você pode cumprir a pena na metade desse tempo, ou seja, cerca de 3 anos e 9 meses.

      Excluir
  7. Meu cliente foi condenado a 2 anos de reclusão, substituído pela prestação de serviços a comunidade a razão de 1 hora por dia de condenação. Em qto tempo máximo ele pode cumprir esta pena?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tbm gostaria de saber essa questao! pois eu tenho q pagar 480 horas porem nunca me falaram qual eh o prazo maximo para eu cumprir elas!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Creio que esse blog responde essa pergunta nesse link:
      http://penalemresumo.blogspot.com/2011/06/art-55-penas-restritivas-de-direito.html
      Prazo máximo: o tempo da condenação substituída.

      Excluir
  8. Fui condenado a 3 anos e 4 meses de reclusão podendo substituir por prestação de serviço. Como é feito o calculo do tempo que terei que prestar esse serviços?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o mesmo tempo da reclusão; o juiz também pode optar por reduzir o tempo de prestação pela metade.

      Excluir
  9. Fui condenado a 3 anos e 3 meses tou cumprindo 950 horas de serviço acho que é um abuso tendo em vista que era uma habilitação falcificada e fiquei 120 dias preso como reu primario ainda tenho que pagar um salario minimo e 20 dias de muilta

    ResponderExcluir
  10. 13 anos pode fazer serviços comunitários?????

    ResponderExcluir
  11. Meu cliente foi condenado a 1 ano e oito meses de reclusão. Recorremos e a pena dele foi reduzida a prestação de serviços comunitários e 1 salário multa. Porém ele ficou preso, até o recurso ser julgado, por 1 ano e dois meses. O juiz da execução VEC, determinou que ele cumprisse mais 7 meses e 3 dias de serviços comunitários. Ocorre que ele já poderia estar em liberdade condicional se não recorresse. Que fazer agora?

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.